fbpx

Como o hormônio HCG afeta a gestante?

imagem gestante e texto: HCG e a gestação

HCG é o hormônio da gravidez por excelência. Ele é o hormônio detectado nos testes de gravidez de farmácia e também no exame de sangue para confirmar a gravidez.  Este hormônio entra em atividade quando o embrião está em processo de desenvolvimento, podendo ser detectado a partir de 10 dias após a concepção.

Este hormônio é chamado de hormônio da gravidez porque está presente no organismo das mulheres somente durante a gravidez. Ele é produzido inicialmente pelo próprio embrião até que a placenta se desenvolva, que quando formada, será o órgão responsável pela produção de HCG. Por esta razão, o resultado positivo do hormônio HCG é uma confirmação inconfundível da gravidez no momento de sua realização. O que não se pode dizer quando o resultado é negativo, já que pode acontecer se o teste é realizado antes que o hormônio atinja a concentração necessária para ser detectado nos testes de gravidez.

Além do HCG, outro hormônio importante durante a gravidez é a progesterona, que prepara o ambiente onde o embrião irá desenvolver-se. A progesterona também é responsável por estimular o desenvolvimento das glândulas mamarias para a produção do leite materno.

Efeitos do hormônio da gravidez no dia-a-dia da gestante

O organismo não está acostumado com o hormônio HCG, e justamente no primeiro trimestre da gravidez é quando ele atua mais intensamente. O HCG é o responsável por provocar os sintomas de enjoo e vômito tão conhecidos e sofridos nos primeiros meses de gestação. Ele também pode provocar os seguintes sintomas:

  • Sensação de sono e cansaço.
  • Irritabilidade e mudanças de humor constante.
  • Alterações digestivas, como ardor no estômago, indigestão e diarreia.

Estes sintomas ocorrem nos primeiros meses de gestação porque a futura mãe não está acostumada com as mudanças hormonais que estão ocorrendo no seu corpo.

Os três meses iniciais são o período de adaptação para a maioria das mulheres, no entanto, nem todas são afetadas da mesma maneira pelo hormônio HCG. Por isso, não estranhe se você não estiver sentindo os mesmos sintomas que as outras gestantes. Cada mulher é única, assim como cada gravidez. Durante o segundo trimestre, o hormônio da gravidez é segregado de forma mais moderada e os sintomas costumam desaparecer.

Hormônio HCG e gravidez saudável

Graças ao hormônio HCG a gestação pode desenvolver-se de forma adequada. Como dito, é a atividade desse hormônio que permite o corpo adaptar-se e preparar-se para o crescimento do bebê. Suas funções são fundamentais:

  • Promove a presença do corpo lúteo no início da gravidez. Graças ao HCG, o hormônio progesterona é segregado de forma que o útero seja dotado de um revestimento grosso, responsável por sustentar o crescimento do feto.
  • Protege o feto durante o primeiro trimestre. Este hormônio tem uma carga altamente negativa que consegue repelir as células do sistema imunológico da mãe. Algumas teorias apontam que sua presença ajuda a desenvolver a imunotolerância materna local.

A presença do hormônio HCG é um sinal de gravidez saudável, mas não é o único. Os exames durante o pré-natal permitem que o ginecologista obstetra acompanhe todos os períodos de desenvolvimento, comprovando que os mesmos estão acontecendo conforme o previsto.

Uma novidade para o pré-natal, é a possibilidade de descartar a partir da décima semana de gestação, as alterações cromossômicas como a Síndrome de Down com total segurança e de forma não invasiva. Pergunte ao seu ginecologista sobre o teste pré-natal não invasivo NACE, ou solicite aqui informações sem compromisso.

 

subir

Pin It on Pinterest