fbpx

Infecção urinária durante a gravidez: tipos e tratamentos

imagem de mulher com infecção de urina e texto: Saiba o que fazer se tiver uma infecção urinária durante a gravidez

A infecção de urina durante a gravidez pode acontecer com frequência. A presença de bactérias no sistema urinário pode causar ardor na hora de urinar, além da vontade de urinar a todo momento. Para tratar a infecção urinária sem afetar o bebê em desenvolvimento e a gestação é preciso consultar um especialista para determinar o tipo da infecção que afetou a gestante.

As alterações no sistema urinário normalmente são causadas em virtude das mudanças físicas e funcionais que acontecem durante a gravidez. As alterações mais comuns que podem causar a infecção urinária são o aumento do volume da bexiga, a diminuição da uretra, o aumento do pH da urina e o refluxo da urina da bexiga aos ureteres. Durante o período gestacional, fica mais urina residual na bexiga e os rins trabalham em um ritmo mais acelerado.

Uma infecção urinária durante a gravidez pode repercutir de forma negativa na saúde da gestante e também do bebê. Para evitar este risco durante o período gestacional são realizados controles deste tipo de infecção para, caso aconteça, iniciar o tratamento o mais rápido possível.

Como evitar a infeção urinária na gravidez?

Prevenir será sempre a melhor opção, principalmente quando se trata de evitar uma infecção de urina. Você pode evitar este problema com algumas medidas simples:

  • Beber aproximadamente dois litros de água por dia
  • Não segurar por muito tempo a vontade de ir ao banheiro, cada vez que tenha vontade de urinar, não espere
  • Dobrar o controle e medidas de higiene como limpar-se sempre de frente para trás para evitar contaminação por bactérias do reto
  • Consumir alimentos ricos em vitamina C para reforçar a imunidade
  • Tomar suplementos de cranberries que ajudam a prevenir infecções nas vias urinárias
  • Utilizar calcinhas de algodão
  • Evitar as comidas apimentadas
  • Na praia ou piscina, não permanecer com o biquíni molhado por muito tempo.

Que tipos de infecção de urina existem e quais são os sintomas?

Nem todas as infecções de urina são iguais. Existem duas variações com sintomas diferentes, e que exigem tratamentos individualizados. São elas:

Cistite

A cistite durante a gravidez é produzida quando a infecção acontece na bexiga e tem como consequência a inflamação deste órgão. A infecção começa pela urina da bexiga, para depois produzir uma resposta inflamatória na mucosa vesical. Os sintomas desta infecção são os seguintes:

  • Ardor ao urinar
  • Micção dolorosa
  • Vontade frequente de urinar, inclusive quando a bexiga está vazia
  • Dor na parte baixa do abdome
  • Cor da urina turva em ocasiões com um cheiro forte
  • Sangue na urina

Pielonefrite

A pielonefrite, também conhecida como infecção urinária alta, afeta os rins. Esta doença é comum entre as mulheres e ocorre quando os microrganismos sobem da bexiga ao rim. Além disso, foi demonstrado que pode afetar até 2% das gestantes. Os sintomas são:

  • Escalafrios e febre
  • Dor nas costas e corporal
  • Vómitos e enjoo
  • Mal estar geral, cansaço e debilidade

Como tratar a infecção urinária na gravidez?

Se você está grávida e está sentindo os sintomas citados anteriormente, você deve ir imediatamente ao médico para realizar uma análise de urina e identificar a presença de infecção.

Na presença de uma infecção, o tratamento será a base de antibióticos, que atacarão as bactérias que produzem a infecção. Quando acontecem repetições na infecção de urina, o médico deverá decidir por realizar um tratamento contínuo para combater as bactérias.

É fundamental não se automedicar, da mesma forma que é preciso tomar a medicação que o médico recomende, já que os danos causados por uma infecção podem ser mais perigosos que os efeitos colaterais dos antibióticos.

O tratamento com antibióticos na gravidez afeta o bebê?

Na hora de prescrever uma receita médica, o especialista sempre coloca em uma balança os prós e contras da medicação, considerando se os benefícios do tratamento compensam os riscos do mesmo. Os antibióticos podem ser um risco durante o primeiro trimestre da gestação, porém tanto para tratar uma infecção de urina, quanto para tratar qualquer outra patologia, você deverá seguir as instruções do seu médico que sabe o que será a melhor solução para você e para o bebê.

Depois do tratamento, existem vários exames simples que podem confirmar que a infecção desapareceu e que tudo está bem com o bebê.

Lembre-se que a partir da décima semana de gestação você pode fazer um NIPT, teste pré-natal não invasivo NACE, que através da coleta de uma amostra de sangue parecida à que se retira para os exames de sangue convencionais, é possível descartar a presença de anomalias genéticas, sendo uma alternativa para a amniocentese sem riscos para o bebê.

 

subir

Pin It on Pinterest