NACE: o melhor exame pré-natal para gestações de Fertilização in vitro

Também conhecido como bebê de proveta, a Fertilização in vitro (FIV) é um método muito usado pelas mulheres que possuem alguma dificuldade para engravidar. Nele, os gametas (óvulos da mulher e espermatozoides do homem) são unidos fora do útero e são transferidos apenas após a formação do embrião para que ocorra a implantação.

Apesar desse início, uma gestação fruto da Fertilização in vitro desenvolve-se da mesma forma como uma gravidez natural. Portando, a futura mãe precisa passar por uma série de exames fundamentais durante o desenvolvimento da gestação. Esses exames, são conhecidos como Pré-natal e possibilitam o acompanhamento da saúde e do desenvolvimento do bebê, a partir das primeiras semanas de gestação até o nascimento.

Com esses exames, portanto, é possível confirmar a total saúde do feto. Entretanto, em alguns casos, o resultado da triagem de 1º trimestre apresenta alguma anormalidade. Isso pode ocorrer em qualquer tipo de gestação e exige a realização de exames específicos – como o NACE – para um diagnóstico correto.

 

Por que escolher o NACE?

Existem diversos exames pré-natais que podem ser realizados para averiguar a presença de alguma anomalia encontrada no ultrassom ou triagem. O NACE, exame do tipo não-invasivo, pode ser feito a partir da 10ª semana de gestação. Assim, além de receber uma resposta precisa, também há a garantia da segurança da mãe e do bebê, uma vez que o teste é realizado com apenas uma amostra de sangue.

Existem também os exames invasivos, como a Amniocentese e a Biópsia de Vilo Corial (BVC), ainda muito indicados por médicos obstetras. Contudo, esses exames oferecem diversos riscos para a gestação, que vão desde o sangramento até casos extremos nos quais o aborto espontâneo acontece.

Portanto, está se tornando comum que clínicas e médicos ofereçam o exame não-invasivo, mais moderno e completamente seguro – garantindo a segurança da paciente.

 

Para quem o exame pré-natal não invasivo é indicado?

Qualquer mulher grávida pode realizar o exame pré-natal não invasivo NACE, uma vez que ele não oferece nenhum tipo de risco. Contudo, o teste é mais indicado para gestantes com:

– Resultado anormal na triagem de 1º trimestre;

– Idade avançada (a partir de 35 anos);

– Ultrassom anormal ou um achado com suspeita;

– Gestação anterior com anomalia cromossômica.

Portanto, ao apresentar qualquer das características acima, você pode conversar com seu médico ginecologista ou obstetra sobre a realização do teste não-invasivo – caso ele ainda não tenha feito essa indicação.

 

Diagnóstico eficaz também para gravidez de gêmeos

Tanto para casos de fertilização in vitro, quanto para gestações procedentes de doação de óvulos o NACE pode ser feito sem perder a precisão ou segurança. E o diagnóstico também é eficaz em uma gravidez de gêmeos independente da sua natureza.

No prazo máximo de 10 dias, o teste oferece uma resposta sobre a presença das principais Síndromes Cromossômicas (como a Síndrome de Down) no bebê e permite que a futura mãe e familiares se preparem para receber uma criança com necessidades especiais com toda a tranquilidade e conforto.

Contato