fbpx

Quem sonha em ter filhos um dia, precisa saber sobre a fertilidade hoje

21 June, 2018 ,
aumentar a fertilidade

A maioria das pessoas querem ser mãe ou ser pai um dia, mas poucas sabem que a fertilidade humana é frágil. Para aumentar as chances de gravidez e nascimento de um bebê saudável, é importante tomar alguns cuidados.

Atualmente no Brasil e no mundo, 1 de cada 6 casais que está tentando engravidar não consegue o positivo de gravidez após um ano de tentativas. Esta é a situação que caracteriza o quadro de infertilidade.

Para conter o crescimento da infertilidade mundial, que vem se agravando ano após ano, o mês de junho foi estabelecido como o mês de conscientização sobre a infertilidade. E, para apoiar esta causa, a Igenomix preparou um especial sobre fertilidade.

Mês da fertilidade

Neste especial, especialistas e ex-tentantes foram convidados para compartilhar suas experiências e informações importantes para quem está tentando engravidar e para quem quer garantir mais chances de saúde aos seus futuros filhos, além de prevenir a infertilidade. Vale a pena conferir!

Os exames de rotina do ginecologista normalmente não incluem a avaliação da fertilidade

É comum que uma mulher saudável, que anualmente consulta seu ginecologista para exames de rotina pense que se tivesse algum problema de infertilidade, seu médico teria identificado. No entanto a realidade é diferente, pois o Papanicolau e Ultrassonografia de rotina não são capazes de medir a base da fertilidade feminina, que é a reserva ovariana.

A reserva ovariana, de forma simplificada, é o estoque de óvulos de uma mulher. É possível conhecer a reserva ovariana através da contagem de folículos antrais ou também com o estudo Antimülleriano, por exemplo.

Para estar prevenida, nas consultas periódicas com o ginecologista, a mulher deve pedir uma avaliação da reserva ovariana e, como a fertilidade é do casal, o próprio ginecologista pode também fazer um pedido do exame espermograma, para avaliar a fertilidade masculina.

Mulheres portadoras de endometriose e síndrome de ovários policísticos (SOP) devem estar mais alertas

Estas duas patologias são frequentes e aumentam o risco de infertilidade, por isso, as portadoras devem fazer um controle mais minucioso e não adiar muito os planos de gravidez.

Em caso de aborto espontâneo, estude a causa

Só quem sofreu uma perda gestacional sabe a dor de passar por um aborto. E, apesar do aborto espontâneo ser relativamente comum, estudar as possíveis causas é importante por aspectos emocionais e também para detectar e solucionar de forma precoce um eventual problema.

A principal causa do abortamento espontâneo está relacionada com os cromossomos, a segunda causa mais comum são as Trombofilias e a terceira é a Endometrite Crônica, que muitas vezes atua de forma silenciosa.

Congelar óvulos é indicado para você?

A vitrificação ou congelamento de óvulos é um recurso para manter a saúde do óvulo atual para um momento futuro. Ela é indicada preferencialmente para mulheres com menos de 35, já que a partir dos 35 anos, a qualidade dos óvulos começa a reduzir em alta velocidade.

Congelar óvulos não garante a gravidez futura, pois a fertilidade depende também de outros fatores femininos e masculinos, mas a vitrificação eleva as chances de uma gravidez saudável já que a causa principal para a dificuldade de engravidar a partir dos 37 anos é a perda da qualidade dos óvulos.

Quanto antes, melhor

A infertilidade entre pessoas abaixo dos 35 anos atinge 8% da população. Esta taxa, quando inclui todas as pessoas em idade reprodutiva é de 15%, evidenciando que a infertilidade é elevada entre as pessoas em idade fértil superior a 35 anos.

Acompanhe sua saúde, mas pense também sobre a possibilidade de engravidar antes, seus prós e contras, discuta com seu parceiro ou parceira.

Gerar um bebê saudável

A saúde do bebê é a preocupação principal dos futuros pais, e cuidar da saúde própria é cuidar da saúde dos futuros filhos. Por isso, o planejamento da gravidez é um ponto importante para prevenir problemas.

Exames conhecidos como pré-nupciais e avaliações de saúde, além de manter hábitos saudáveis são o caminho para a realização do sonho de ter filhos, assim como é importante conhecer o histórico da família com relação à presença de doenças hereditárias que podem ser prevenidas.

Depois, ao engravidar os cuidados continuam. Um pré-natal completo é fundamental para manter a tranquilidade e prevenir complicações.

Gostou? Então compartilha!

Geneticista Cristina Carvalho

Dra Cristina Carvalho é biomédica e geneticista

subir

Pin It on Pinterest