fbpx

Chances de gravidez nos dias férteis

2 September, 2019 ,
calendario de ovulação

Qual é chance de gravidez nos dias férteis? Se você está lendo estas linhas, provavelmente é porque está tentando engravidar. De fato, certamente você tenha ouvido falar sobre o período fértil de uma mulher e quer saber exatamente o que isto significa.

Qualquer mulher que queira engravidar precisa saber qual é a sua probabilidade de gravidez e dias férteis para poder aumentar as chances de engravidar rápido.

Existem dias durante o ciclo da mulher onde as probabilidades de engravidar são maiores. Fora deles, fica um pouco mais difícil. Também é importante que você se familiarize com o conceito de ovulação. Por este motivo, vamos falar do calendário da fertilidade.

Probabilidade de gravidez em dias férteis: como calcular?

Na hora de tentar engravidar, nem todos os dias são iguais, pois há períodos mais propícios que outros durante o ciclo, nos quais as probabilidades de gravidez são maiores.

Especificamente, você precisa saber quando é a sua ovulação, pois esse é o momento no qual existe a chance de fecundação do óvulo. Com esta informação, você deverá manter relações mais frequentes durante estes dias, pois é o melhor momento para engravidar. Mas o que é exatamente a ovulação?

A ovulação é o período que inicia com a expulsão de um óvulo (ou oócito) do ovário para a trompa de Falópio, onde ele permanece em torno de 24 horas, no máximo, à espera de que um espermatozoide faça a fecundação. Se o óvulo for fecundado, o próximo passo do processo é uma viagem do óvulo fecundado ao útero, onde a implantação deve acontecer se tudo correr bem. Quando não há fecundação ou ocorreu algum problema na fecundação, o óvulo é absorvido pelo corpo, a menstruação acontece e inicia-se o processo do seguinte ciclo menstrual.

Como identificar o momento da ovulação?

Identificar o momento da ovulação é mais simples do que você imagina, desde que os ciclos sejam regulares. De fato, só é preciso anotar o primeiro dia da sua menstruação, assim como ter clara a duração dos seus ciclos.

A duração de um ciclo compreende o período entre o primeiro dia de sua menstruação até o primeiro dia da seguinte menstruação.

No entanto, é importante saber que calcular a ovulação com base no ciclo menstrual é uma estimativa aproximada, pois nem sempre a ovulação acontece exatamente no mesmo dia do ciclo, inclusive é possível existir ciclos anovulatórios, ou seja, onde a ovulação não acontece. Por esta razão, além de calcular o período fértil, também é importante fazer um check up da sua fertilidade.

O ciclo menstrual é composto por fases, após a primeira fase nosso corpo costuma ovular, sendo o período fértil os dois primeiros dias anteriores e nos dois posteriores à ovulação. Atualmente existem muitos sites que oferecem calculadoras de ovulação, onde podemos introduzir nossos dados (data última regra e duração dos ciclos) para identificar o período fértil.

O que acontece com as mulheres cujos ciclos são irregulares?

A irregularidade do ciclo impede calcular o momento da ovulação. Nestes casos, existem outras maneiras de identificar este dia, entre elas:

  • Aumento do muco cervical ou fluxo vaginal. Devemos estar atentas às variações da cor, textura e quantidade durante o ciclo menstrual. O muco cervical do período fértil tem uma consistência e cor de clara de ovo.

Através de uma ultrassonografia o seu médico pode acompanhar se a ovulação aconteceu, além de analisar como está sua reserva ovariana. É recomendável realizar esta avaliação após 6 meses de tentativas de gravidez, caso você tenha mais de 35 anos ou após um ano, caso tenha menos de 35.

Chances naturais de gravidez por mês

Ao contrário do que aprendemos durante nossa adolescência, as chances mensais de gravidez são baixas para os seres humanos. Atinge um máximo de 25% no auge de nossa melhor idade para engravidar, entre os 20 e 30 anos, e fica muito reduzida alguns anos antes da menopausa.

Após um ano de tentativas naturais de gravidez a chance de obter o positivo chega a 90%, por isso, as recomendações para mulheres jovens é procurar um especialista em reprodução humana após este período.

A partir dos 35 anos, existe um risco maior de perda de fertilidade e de que outros fatores possam reduzir as chances de gravidez, por isso após esta idade é recomendado procurar um especialista para uma avaliação da fertilidade do casal para evitar que o avanço da idade reduza a probabilidade de gravidez que estão naturalmente decrescendo ano após ano.

A redução da fertilidade e o aumento de riscos de síndromes genéticas estão ligados à idade materna

Na medida em que a idade da mulher avança, junto com a redução das probabilidades de gravidez, aumentam os riscos de síndromes genéticas e abortos espontâneos. Por esta razão é importante realizar um teste pré-natal não invasivo a partir da décima semana de gestação, que além de revelar o sexo do bebê, detecta alterações cromossômicas como a Síndrome de Down com uma confiança mais elevada que a triagem de primeiro trimestre.

Dra Cristina CarvalhoDra Cristina Carvalho é biomédica e Geneticista


Quem leu este artigo também se interessou por:

 

 

 

subir

Pin It on Pinterest