Como evitar a insônia durante a gravidez?

Com certeza você já ouviu o típico comentário feito para gestantes e futuros pais: “Aproveita para dormir agora, porque quando o bebê nascer você não vai dormir! ” No entanto, pode ser que quando façam este comentário você já não esteja conseguindo dormir por conta da própria gravidez.

Entenda principais razões para uma gestante ter problemas de insônia e como evitar perder o sono durante a gravidez.

Encontrar uma postura confortável

Os problemas para conseguir dormir começam principalmente quando a barriga começa a ficar grande. Encontrar uma posição confortável é ainda mais difícil se você antes estava acostumada a dormir de barriga para cima ou de barriga para baixo, já que a recomendação é dormir de lado com as pernas semiflexionadas.

Acostumar-se a dormir de lado é importante porque facilita o trabalho do coração, já que permite que o peso do bebê não pressione a principal veia que transporta o sangue das pernas ao coração. Algumas gestantes dormem mais confortáveis com um travesseiro no meio das pernas, inclusive existem travesseiros feitos exatamente para este propósito!

Utilizar almofadas ou mantas também pode ser útil para levantar um pouco o abdômen e aliviar o peso na região lombar.

Acidez no estômago

O volume da barriga não é a única possível razão para não conciliar o sono durante a gravidez. Enjoos e refluxos podem aparecer na hora de dormir.

Para evitar que problemas de estômago tirem o seu sono, evite jantar comidas muito pesadas e condimentadas, como por exemplo frituras e pimenta. Deixar um intervalo de digestão antes de ir para a cama também é recomendável; o ideal é jantar duas horas antes de deitar.

Se estas dicas não são o suficiente para fazer desaparecer os incômodos, consulte seu médico para uma possível indicação de antiácidos. Para evitar este ponto, tente comer mais vezes ao longo do dia reduzindo a quantidade de comida por refeição, assim você evitará sobrecarregar o aparelho digestivo.

Vontade de ir ao banheiro durante a noite

Os rins precisam trabalhar mais do que o normal durante a gravidez para filtrar um maior volume de sangue, que chega a aumentar de 30 a 50% em comparação ao ritmo normal. Este processo gera mais urina. Além disso, na medida em que o bebê cresce, a pressão na bexiga aumenta. O resultado? Mais urina, menos espaço para a urina e mais idas ao banheiro durante o dia e também durante a noite.

Para tentar levantar menos vezes, consuma mais líquidos durante o dia e reduza a ingestão quando a hora de dormir estiver mais próxima. Também é conveniente reduzir o consumo de café, chá, refrigerantes e alimentos como chocolate, evitando por completo estes itens a partir da tarde e principalmente à noite.

Câimbras

Dor nas pernas e nas costas são causadas, em parte, pelo peso adicional acumulado. Mas existe outra razão, durante a gestação o organismo produz um hormônio chamado relaxina, que ajuda a preparar o corpo para o parto. Um dos efeitos desse hormônio é relaxamento dos ligamentos do corpo para aumentar a flexibilidade das articulações, especialmente a pélvis, parte baixa das costas e joelhos.

Para evitar as câimbras tente não fazer muito esforço durante o dia, não sentar com as pernas cruzadas e procure consumir alimentos ricos em cálcio. No caso de sentir uma câimbra, para ajudar a aliviar a dor, faça alongamento das pernas desde o calcanhar até a barriga da perna, começando sempre pelo calcanhar.

4 hábitos que podem te ajudar a dormir melhor

Se você está grávida e quer evitar ter problemas para dormir, existem 4 hábitos que devem ser incorporados à sua rotina:

  1. Não faça exercícios antes de ir dormir
  2. Pratique técnicas de relaxamento como meditação ou yoga
  3. Mantenha uma rotina de horários para levantar e ir para a cama
  4. Não consuma remédios nem ervas que te recomendem para dormir, eles podem ser nocivos para o seu bebê

 

Contato