fbpx

Exames de Pré-Natal para o segundo trimestre de gravidez

Pré-natal-quais-exames-fazer-no-2º-trimestre

Diferente do que acontece no começo de uma gestação, quando o acompanhamento médico é mais focado na saúde da futura mãe, os exames realizados entre a 13ª e a 27ª semana, o segundo trimestre de gravidez, são direcionados para acompanhar o crescimento do bebê.

Este período é sempre mais tranquilo, normalmente os primeiros sintomas de gravidez e o enjoo matinal já diminuíram e o risco de aborto espontâneo é muito menor. Por essa razão, muitos casais escolhem anunciar a chegada do bebê aos amigos e familiares somente nesse período.

Exames de segundo trimestre de gravidez

Se você entrou no segundo trimestre de gravidez ou descobriu a gestação agora e quer saber como será seu pré-natal, confira a lista de exames a seguir:

  • Medida da pressão arterial e níveis de glicose no sangue, para descartar a hipertensão e a diabetes gestacional.
  • Teste de urina e urocultura, para diagnosticar uma possível infecção urinária.
  • Avaliação da Altura Ulterina, que avalia se o crescimento do bebê está compatível com o tempo de gestação.
  • Teste de Fibronectina Fetal, o exame de secreções vaginais para descartar o parto prematuro na 22ª semana de gravidez.

Se sua gestação for de risco, você estiver esperando gêmeos ou apresentar hipertensão e diabetes, o seu médico obstetra deverá indicar exames e cuidados específicos para você.

calendario de exames de pré-natal

Ultrassom morfológico

Ele deve ser realizado entre a 18ª e a 24ª semana e oferece resultados muito mais precisos do que o feito no 1º trimestre, já que o bebê está maior. O ultrassom morfológico vai avaliar:

– O desenvolvimento do coração, rins, bexiga e estômago;

– A quantidade e a qualidade do líquido amniótico;

– Se há alguma síndrome ou doença cardíaca, ainda não identificada.

– O sexo do bebê.

Além disso, a gestante também costuma fazer uma ultrassonografia na 20ª semana para verificar como está o colo do útero – que pode oferecer risco de parto prematuro. Se isso acontecer, a gravidez será considerada de risco e a futura mãe passará por um acompanhamento médico mais focado.

Cuidados com a saúde bucal

É muito comum que a gestante tenha sangramento na gengiva ou fique mais sensível ao desenvolvimento de cáries. Por isso, é fundamental que a mulher visite o dentista e realize o tratamento de qualquer problema dentário nessa fase.

Pré-natal completo = gestação tranquila

Algumas mulheres descobrem que estão grávidas tardiamente, mas isso não impede o início do pré-natal. Muito pelo contrário, nesse caso a gestante deve encontrar um médico de confiança e começar o acompanhamento rapidamente.

Fazendo um pré-natal completo você não só evita o parto prematuro, como também será capaz de descobrir qualquer problema tratável que pode afetar a saúde do bebê. Isso garantirá uma gestação muito mais tranquila e o nascimento de uma criança saudável.

 

Dra Cristina CarvalhoDra Cristina Carvalho é biomédica e geneticista

subir

Pin It on Pinterest