fbpx

Gestante precisa fazer o teste para o coronavírus?

24 June, 2020

Quem engravidou durante a pandemia de coronavírus está vivendo uma gestação diferente, pois esse momento tão cheio de mudanças em nosso corpo, onde incertezas são parte da rotina, tudo que não sabemos sobre o COVID-19 causa uma preocupação adicional que gera um grande estresse.

É fundamental dizer que o medo do coronavírus não pode impedir as gestantes de realizarem o seu pré-natal de forma completa. Apesar de ser possível que muitas enfrentem dificuldades de agendamento de exames, é preciso criar estratégias para que o acompanhamento da gestação seja completo.

Muitos hospitais já adotaram a prática de testar as gestantes para o novo coronavírus próximo à data do parto para proteger o bebê, a gestante e a equipe médica, porém diante de poucas informações sobre o impacto de gestantes infectadas no início da gravidez, a testagem seria importante para permitir um acompanhamento diferenciado do pré-natal, além de possibilitar que os médicos e cientistas possam estudar a existência ou não de um impacto dessa doença no início da gestação, algo que ainda se desconhece.

Pensando nisso, a Igenomix, laboratório pioneiro em reprodução humana responsável pela realização do teste NACE (NIPT), lançou um pacote com preços reduzidos para a realização do NACE + Passaporte biológico para o COVID-19 com coleta domiciliar para muitas localidades e aconselhamento genético pós teste incluído.

As vantagens de realizar o pacote de testagem são:

– Teste NACE identifica o risco de Síndrome de Down com mais de 99% de confiabilidade, além de outras síndromes genéticas e revela o sexo do bebê. Pode ser realizado a partir da décima semana de gestação e é necessária uma simples coleta de sangue da gestante. Por ser um teste que pode ser coletado em casa, não é preciso se expor ao risco de contágio por coronavírus.

– Passaporte biológico para o coronavírus é o conjunto de 2 testes aprovados pela ANVISA (Brasil) e FDA (EUA) para identificar a presença do material genético do vírus através da técnica PCR e a resposta imunológica frente ao COVID-19 através pela técnica de ELISA.

Assessoramento científico gratuito incluído para entender os resultados dos testes realizados.

– Testes são realizados no Brasil, evitando os atuais transtornos da logística internacional de envio de amostras biológicas.

– Garantidos pela experiência em genética do Grupo Igenomix.

 

A saúde da gestante e do bebê está garantida após a testagem?

Todos os exames têm benefícios e limitações. Como estamos falando de diferentes testes, vamos dividir esta resposta de acordo com cada análise:

Teste NACE: o NIPT é um teste de triagem robusto que evita uma amniocentese desnecessária em muitos casos no pré-natal. Porém, vale ressaltar que não elimina as chances de doenças não analisadas pelo teste, como por exemplo as doenças raras.

Teste PCR para o COVID-19: um resultado negativo no momento da testagem não elimina a possibilidade de contágio posterior, por isso, quem realiza este teste para o coronavírus deve manter todos os cuidados para evitar a infecção ou transmissão. Em caso de resultado positivo, é necessário acompanhamento médico.

Teste ELISA para o COVID-19: como esse exame analisa os anticorpos frente à doença, dependendo do resultado é constatada uma redução exponencial do risco de uma nova infecção devido a pessoa já ter sido exposta ao vírus e ter desenvolvido imunidade – estima-se que dure de 2 a 3 anos pelos dados que temos de infecções de outros coronavírus. No entanto, ainda não existe uma resposta definitiva sobre quanto tempo essa imunidade se mantém e inclusive, apesar do risco ser baixo, é possível que uma pessoa com anticorpos para o vírus seja infectada novamente, portanto, é importante manter a prevenção.

Conte conosco para esclarecer todas as suas dúvidas e garantir todo o cuidado durante a sua gravidez.

Dra Cristina CarvalhoDra Cristina Carvalho é geneticista


Quem leu este post também se interessou por:

 

subir

Pin It on Pinterest