fbpx

Problemas para dormir na Gravidez: terceiro trimestre

Você está em um estágio avançado da gravidez e tem problemas para dormir? A primeira coisa a ter em mente é que isso é completamente normal, já que a insônia durante o terceiro trimestre da gravidez é um dos desconfortos mais comuns dessa fase da gestação.

Isso não significa que seja um problema sem importância, pois passar as noites se revirando na cama, levar horas para adormecer ou acordar constantemente pode ser insuportável. E as consequências permanecem durante o dia, causando mais cansaço, problemas de concentração e mau humor.

Por que tenho tanta dificuldade para dormir?

Ainda que se fale de maneira genérica sobre a insônia na gravidez, essa denominação não é a mais correta, uma vez que a maioria das mulheres sofrem com problemas para pegar no sono rápido e dormir sem interrupções. Às vezes, há influência de causas psicológicas, resultantes de preocupação e ansiedade por um parto que se aproxima e as expectativas e incertezas de ser mãe. No entanto, os motivos mais determinantes são de caráter físico:

  • Aumento da frequência urinária.
  • Refluxo gastroesofágico, que afeta mais da metade das gestantes devido a digestões mais longas e mais pesadas, notadas principalmente após o jantar.
  • Dores nas costas e outros desconfortos musculares devido ao peso do bebê, o aumento do abdômen e alterações na curvatura da coluna vertebral.
  • Os movimentos fetais são mais evidentes e notáveis, chegando a interferir no sono de uma porcentagem significativa de gestantes.
  • Sensação de formigamento e ardência nas pernas. Algumas gestantes também sofrem da chamada síndrome das pernas inquietas, uma sensação muito irritante que as torna incapazes de permanecer em repouso quando estão paradas.
  • Náuseas e vômitos, embora geralmente sejam mais frequentes no primeiro trimestre.
  • Apneia do sono, diabetes ou hipertensão, patologias que exigem controle médico.

Bons hábitos e remédios naturais que ajudam a dormir melhor durante a gravidez

Há uma série de bons hábitos e rotinas saudáveis fáceis de manter que podem ajudar a ter um sono mais fluido e tranquilo:

  • Estabeleça e respeite um horário fixo para dormir e levantar.
  • Tome um banho quente antes de dormir, é muito relaxante e facilita pegar no sono.
  • Durma em um quarto com condições que facilitem o descanso: o menos barulhento o possível, que não entre luz, com ventilação adequada e uma temperatura agradável.
  • Mantenha-se ativa durante o dia e realize exercícios físicos respeitando as suas condições para que se sinta suficientemente cansada à noite.
  • Não durma à tarde por muito tempo.
  • Procure ter uma dieta equilibrada e, especialmente no jantar, coma alimentos leves para evitar digestões pesadas.
  • Procure evitar bebidas estimulantes (que tenham cafeína ou teína), com gás ou açucaradas, em especial poucas horas antes de ir dormir.
  • Não beba grandes quantidades de líquido no jantar e antes de dormir, para evitar necessidades noturnas de ir ao banheiro.
  • Procure dormir deitada sobre o seu lado esquerdo e com as pernas flexionadas, isso lhe dará conforto e comodidade. Não deite de costas durante o terceiro trimestre, pode ser perigoso para o feto.
  • Moderadamente, você também pode tomar ervas e infusões: camomila, tília ou poejo (não é aconselhável beber chá mate, chá preto ou outros chás que possuem teína)

O uso de medicamentos deve ocorrer somente sob controle médico

Como regra geral, durante a gravidez, não é recomendado o uso de medicamentos para combater a insônia, pois em muitos deles já se comprovaram riscos para a saúde da gestante e do bebê.
Em qualquer caso, deve ser sempre o médico que, depois de fazer um diagnóstico de insônia (na maioria das vezes são apenas problemas de sono), determine se é necessário e conveniente tomar algum medicamento, de que tipo e sua dosagem.

 

Dra Cristina CarvalhoDra Cristina Carvalho é biomédica e geneticista


Quem leu este post também se interessou por:

subir

Pin It on Pinterest