fbpx

NACE: Um dos exames mais avançados para descobrir problemas na gestação

A melhor maneira de descobrir algum problema na sua gestação é com um pré-natal completo. Seguindo as orientações médicas e realizando todos os exames que o obstetra indicar, até os mais específicos como o NACE, é possível descartar ou encontrar alguma alteração no bebê.

Durante os três trimestres os exames são focados em descartar diferentes alterações:

1º trimestre: o começo da gestação pede uma espécie de check-up geral para verificar a saúde da gestante e a formação do cérebro e coluna vertebral do bebê. As ultrassonografias realizadas são capazes de identificar algum achado suspeito, que podem levar a necessidade de realizar o teste NACE a partir da 10ª semana.

2º trimestre: os exames do segundo trimestre são mais focados em acompanhar o desenvolvimento dos órgãos internos (como coração, rins e estômago) e procurar por possíveis malformações ou problemas genéticos.

3º trimestre: no fim da gravidez, o pré-natal é focado em acompanhar o crescimento final do bebê, garantindo que nenhuma complicação aconteça durante o parto e que a mãe e a criança mantenham uma boa saúde até o momento do nascimento.

Como esses problemas afetam a minha gestação?

Em qualquer trimestre, encontrar alguma alteração – seja algo simples como uma gestação múltipla ou mais complicado como malformações ou posicionamento irregular da placenta – faz com que a gestação seja considerada de risco pelo médicos.

A hipertensão arterial e a diabetes gestacional também caracterizam uma gravidez de risco. Isso implicará em mais visitas ao médico e várias limitações a futura mamãe, que em alguns casos precisa ficar de repouso absoluto para evitar problemas como a eclampsia ou o parto prematuro.

Principalmente nos dois primeiros trimestres de gravidez essas complicações podem levar a interrupção da gestação, com um aborto espontâneo. Por isso é tão importante evitar situações de estresse, alimentar-se adequadamente e dormir mais de oito horas por dia – e essa recomendação é importante para todas as gestantes.

bebê nascerá saudável

Quando o NACE é realmente indicado?

Durante os dois primeiros trimestres o obstetra pode encontrar através da ultrassonografia alguma alteração no feto, indícios como alteração no tamanho da nuca e do nariz ou problemas na formação óssea podem indicar uma suspeita de que o bebê possa ter desenvolvido alguma síndrome.

Quando esse tipo de alteração é encontrada, recomenda-se realizar o teste NACE, uma vez que ele foi especificamente desenvolvido para diagnosticar esses tipos de síndromes cromossômicas, com uma taxa de detecção de 99.92% e números muito baixos de falso-negativos.

O NACE também é bastante indicado para grávidas com idade materna avançada, a partir dos 37 anos, e para mulheres que têm histórico de gestações anteriores com alterações cromossômicas.

Com um resultado negativo, a gestante pode passar a resto da gravidez muito mais tranquila e feliz. No caso de um resultado positivo, a família pode se preparar, estudar as condições e necessidades do bebê, possíveis tratamentos após o nascimento e buscar lugares de apoio.

subir

Pin It on Pinterest